Não sabe o que fazer neste feriadão? Veja a programação da Cultura SP

Não vai viajar neste feriado prolongado? Então veja só, os museus, teatros, e bibliotecas da Secretaria da Cultura do Estado, prepararam uma programação especial, repleta de atividades culturais, para celebrar a Proclamação da República (15 de novembro) e o Dia da Consciência Negra (20 de novembro). Confira:

Bibliotecas:

Biblioteca de São Paulo:  Inicia a programação no dia 15 de novembro, as 16h, com a Hora do Conto que apresentará, com interpretação em Libras, “A verdadeira história dos três porquinhos”, de Jon Scieszka. No dia seguinte, 16, às 15h, haverá contação da história “A fabulosa máquina de amigos”, de Nick Blad, e às 15h30, o “Pontos MIS” promove sessão do filme “Os Xeretas”. No dia 17, às 11h, o “Lê no Ninho” convida crianças de 6 meses a 4 anos e pais para interagir com com livros lúdicos, tablet, contação de histórias e músicas, e às 15h, será oferecida aula de yoga. O domingo, 18, terá “Lê no Ninho” às 11h30 e contação da história “Mata”, de Heloísa Pietro, às 16h. E pra finalizar, no dia 20, às 16h, será contado “O pássaro encantado”, de Nelson Mandela.

Biblioteca Parque Villa – Lobos: Dia 15, as 16h, inicia a programação com com a contação da história “Como o sol passou a brilhar no mundo, de Gislayne Avelar Matos. No dia seguinte, 16, às 15h, será contado “Chico Juba”, de Gustavo Gaivota. Nos dias 17 e 18, o “Lê no Ninho” acontece às 10h30. Também no domingo, a “Hora do Conto” apresentará “O monstro monstruoso da caverna e A quase morte de Zé Malandro”. Por fim, no dia 20, às 16h, “O baú das histórias”, de Gail E. Haley, será apresentada, e das 14h às 16h acontece o “Sarau das Pretas”, evento artístico-literário protagonizado por jovens mulheres negras atuantes no cenário cultural periférico de São Paulo, que prestarão homenagem às grandes compositoras do samba brasileiro.

Museus – Capital:

Museu Afro Brasil: inicia a programação dia 17, as 15h, om a “Oficina de Boneca Abayomi”, em que serão propostas, durante a confecção das bonecas, reflexões sobre a identidade afro-brasileira, racismo, preconceito e herança cultural. No dia 20 de novembro, às 13h, acontece o “Encontro com o Artista”, com o quadrinista Marcelo D’Salete, e às 14h30 começam as apresentações do Bloco do Beco e do grupo de maracatu Baque Atitude.

Museu do Futebol: realiza, no dia 17, das 10h às 13h, o “Fórum de debate: Futebol e discriminação racial”, com o historiador Marcel Tonini, e o pesquisador Marcelo Carvalho, que apresentará dados do “Observatório da Discriminação Racial no Futebol”; no mesmo dia, às 13h, será realizada uma roda de capoeira. No dia 20, às 12h, o museu comemora a data com o show “A Voz dos Tambores”, do Grupo Afro Bumbo. Também no dia 20, às 11h, o público será convidado para um jogo da memória sobre personalidades negras do cenário esportivo, cultural e social e, às 14h, a atividade “Qual é a História?” propõe que os visitantes usem a imaginação para criar novas histórias utilizando cartas com trechos de contos africanos.

Pinacoteca: Realizará dia 18 o Dia da Consciência Negra, com a ação “Arte e Poesia: Gritaram-me Negra”, que levará o público a uma visita à obra Me gritaran negra, da artista afro-peruana Victoria Eugenia Santa Cruz Gamarra, que integra a mostra Mulheres radicais: arte latino-americana 1960-1985, em cartaz na Pinacoteca até o dia 19; seguida de uma escuta ativa da poesia A menina que nasceu sem cor, da poeta paulistana Midria da Silva Pereira. Ao final, os visitantes serão convidados para uma roda de conversa sobre questões acerca da posição da mulher negra na sociedade atual.

Museu Catavento: realizará na terça-feira, 20, a monitoria especial “Herança Linguística Africana no Brasil”, sobre as heranças linguísticas que os africanos trouxeram durante o período da escravidão e que se perpetuaram em nosso linguajar. A atividade é recomendada para crianças a partir de 10 anos.

Museu da Casa Brasileira: Contará com uma programação repleta de exposições, oficina e show. De 15 a 20 de novembro, as mostras “32º Prêmio Design MCB”, “A Casa e a Cidade – Coleção Crespi-Prado”, “Remanescentes da Mata Atlântica & Acervo MCB” e painéis “Nossa Casa” e “Pioneiros do Design – Percival Lafer” estarão abertas ao público. No dia 17 de novembro, além das exposições, acontece a “Oficina de Desenho”, com Jejo Cornelsen. No dia 18, às 11h, o “Música no MCB” homenageia o Dia da Consciência Negra com o show “O Balanço do Samba”, do grupo Magno Bissoli Quarteto, com canções de sambistas brasileiros, como Paulinho da Viola, Cartola e Djavan.

Museu da Imigração: Em 20 de novembro, receberá a Performance “Bagagem”, do artista congolês Shambuyi Wetu, que retrata a chegada dos imigrantes africanos ao Brasil, às 15h.

Museus Interior:

Museu do Café: Localizado em Santos, inicia a programação especial no dia 20, às 15h, com o workshop “Matintah e os Bonecos do Brasil”, que ensinará a confeccionar peças artesanais por meio da vivência histórica da cultura popular brasileira.

Museu Índia Vanuíre: Localizado em Tupã, nos dias 14 e 16, exibirá o episódio “Matriz Afro”, da série “O Povo Brasileiro”. Nos mesmos dias, às 9h e às 10h, serão realizadas contações de histórias, fábulas e lendas sobre a cultura negra usando recursos lúdicos, como teatralização e fantoches.

Museu Felícia Leirner: Localizado em Campos do Jordão, terá entrada franca no dia 20. Nos dias 19 e 20, o museu abre para visitação e oferece brincadeiras africanas às 10h30 e às 15h. Também no dia 19, às 19h, Nega Duda sobre ao palco para uma grande roda samba tradicional do recôncavo baiano – ingressos: R$20,00 (entrada inteira), R$15,00 (jordanense) e R$10,00 (meia-entrada).

Teatro:

Teatro Sérgio Cardoso: A São Paulo Companhia de Dança estreia “O Lago dos Cisnes”, no Teatro Sérgio Cardoso.

O post Não sabe o que fazer neste feriadão? Veja a programação da Cultura SP apareceu primeiro em Governo do Estado de São Paulo.

Powered by WPeMatico

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

No Comments, Be The First!

Your email address will not be published.

%d blogueiros gostam disto: